A Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) irá receber US$ 1,5 bilhão do banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), via empréstimo, para financiar pesquisas nos próximos cinco anos. O anuncio foi feito pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Está será a primeira vez que a Finep capta recursos do exterior.

Do montante total, cerca de US$ 310 milhões serão executados ainda este ano. Em nota, o presidente da Finep, Marcos Cintra, diz que o governo pretende potencializar todos os instrumentos para alavancar o crescimento econômico.

Entre os projetos que devem receber os recursos do BID estão o Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (Padiq) e o Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral (Inova Mineral). Um programa voltado ao setor de biocombustíveis avançados, em fase de estruturação pela Finep, também terá acesso a esses recursos.

O BID ainda será coinvestidor em empresas inovadoras em estágio inicial e vai auxiliar, com recursos não reembolsáveis e apoio técnico especializado, no fortalecimento institucional da Financiadora e no desenvolvimento e aplicação de metodologias e processos para o monitoramento de resultados.

Com informações do MCTIC